segunda-feira, 11 de agosto de 2008

«No creo indispensable tomar un sueño por realidad, ni la realidad por locura» Adolfo Bioy Casares

12 comentários:

Anabela Magalhães disse...

Xiiiiiiiiiii.... agora é que o caldo entornou neste blogue!!!!

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

Miga! Tu num biste nada ainda... nadinha!

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

o meu novo post é para a desgraça total e absoluta! é pra rebentar memo!!
chamar-se-á.....humm
" O silencio do Kapador".istop

Passiflora Maré disse...

Bem isto vai azedar.
Eu não sou dedo duro e saio de mansinho.......

Anabela Magalhães disse...

E eu vou para Istambul.

Anónimo disse...

É assim mesmo CLAP!
Aqui está um anónimo que te apoia, se for caso disso, ou seja, se tiver que dar a cara, desanónimo-me!
Força!

Anónimo disse...

desa-na-nimas?

Anónimo disse...

Ou seja desa-nó-nimas-te?

Maria do Carmo Cruz disse...

Clap, pede ao senhor que se desanonime, porque quantos mais ao barulho, melhor! E o outro anónimo (porque são dois anónimos, não são? Ou estou tralharouca?) também se pode senanonimar, que o seu desanonimar tem graça. Olhe, eu dou o nome, a cara e às vezes até o e-mail e o telemóvel. Logo se verá o que me acontece. Seria giro aparecer no jornal "Anciã presa por desrespeito às instituições, com a agravante de levar atrás de si jovens inocentes". Maravilha! Falta uma destas para a minha biografia!Avó Pirueta

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

AMC: ainda haverá disso, de "jovens inocentes"? "sensa malacittátta?"

annabel disse...

Me gusta más la de Stephen King, la de "It": {La ficción es la verdad
que se encuentra dentro de la mentira,
y la verdad de esta ficción es muy sencilla: la magia existe}.

Stephen King

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

Pensarei,Annabel.
obrigado.Beijinhos...