domingo, 10 de agosto de 2008

O saco




Pepe, um gato rico, passava a vida a gozar todos os outros animais.
Certo dia, passava um gato pobre com um saco nas costas e Pepe perguntou:
-O que você leva nesse saco?
O gato pobre respondeu:
-Para que é que você quer saber? Eu nem o conheço…
-Se não quer mostrar, é porque roubou alguém.
-Você não tem que fazer, não? Só sabe gozar os outros…
-Não é isso.
-Então, por que quer saber o que tenho no meu saco?
-É só curiosidade.
-Mas, não vou deixar. Posso ir, agora?
-Não.
-Por quê?
-Não vá, eu quero ver o que é que tem no saco.
-Já que insiste...
Pepe surpreendeu-se quando olhou o saco, pois era apenas uma caixa, que tinha um papel onde estava escrito: “Nunca menospreze os outros, ou de contrário vai-se surpreender”.
Moral da historia?..............................

1 comentário:

Maria Bernarda disse...

Bem, Clap, assim numa linguagem mais vernácula, isso é mais ou menos dizer "Não te preocupes com o tamanho porque, às vezes, de fraca lura sai grande coelho". E foi bem feito para o gato curioso! Ainda teve sorte não lhe acontecer nada de mau, pois já há muito que se diz que "a curiosidade matou o gato"... Maria Bernarda