sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Imperio-Torre.Torre-Tombo.Tombo-Ascese


O Google permite, através do serviço "Book Search", constituir uma biblioteca pessoal (mediante registo, através de email+password), a partir dos milhões (?) de títulos digitalizados pela empresa: alguns desses títulos não são folheáveis ("No preview available", "Snippet view"), outros são-no parcialmente ("Limited preview") e outros são-no inteiramente ("Full view") e alguns (muitos!) até podem ser descarregados ("download") para o nosso disco rígido. Convido-vos a visitar a minha biblioteca pessoal, acrescentada de etiquetas e de notas. O recurso de busca 'Search "Tower of Googel's library"' permite procurar qualquer palavra ou frase em qualquer livro da biblioteca. Ofereço-vos, como exemplo, os livros etiquetados "Art". Para terem acesso a toda a biblioteca, basta clicarem em "Books in Tower of Googel's library", no topo da coluna da esquerda.

6 comentários:

Passiflora Maré disse...

Ó Clap preciso de explicações adicionais... para conseguir algo...

Maria Bernarda disse...

isto é que se chama uma informação valiosa. Sem preço. Digna de quem a oferece. Maria Bernarda

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

digite:
www.http://books.google.com/
e depois em cima direita:
a minha biblioteca, especificando o livro q procura.
depois de seleccionar um deles adiciona e pode procurar o vocábulo. Experimente.

CLAP!CLAP!CLAP! disse...

p ex:Bernarda+
A casa de Bernarda Alba+
adicionar minha biblioteca+
As suas críticas, classificações, etiquetas e biblioteca serão armazenadas com a sua Google Conta e poderão ser visualizadas publicamente por outros utilizadores.

As pessoas podem visualizar aqui os livros que adicionou à sua biblioteca.

O seu nome completo e endereço de correio electrónico não serão apresentados a outros utilizadores. A sua alcunha será apresentada.
Retornar a la página principal já cá está!
SMILLEEEE...

Acto primero

Habitación blanquísima del interior de la casa de Bernarda. Muros gruesos. Puertas en arco con cortinas de yute rematadas con madroños y volantes. Sillas de anea. Cuadros con paisajes inverosímiles de ninfas o reyes de leyenda. Es verano. Un gran silencio umbroso se extiende por la escena. Al levantarse el telón está la escena sola. Se oyen doblar las campanas.



(Sale la Criada)

Criada: Ya tengo el doble de esas campanas metido entre las sienes.

La Poncia: (Sale comiendo chorizo y pan) Llevan ya más de dos horas de gori-gori. Han venido curas de todos los pueblos. La iglesia está hermosa. En el primer responso se desmayó la Magdalena.

Criada: Es la que se queda más sola.

Anabela Magalhães disse...

Registei. Obrigada, Clap.

Maria Bernarda disse...

Escolheste um exemplo fantástico. Muito bem. E a explicação é claríssima. Anabela, não achas que o Clap é bom rapaz? E faz favor de não me chamar malandra, porque só não trabalho mais porque num poço... E não te escrevo a ti porque não aceitas anónimos. E chamar-me Maria Bernarda ou Anónima é a mesmissima coisa...
Maria Bernarda